CNH anuncia finalistas

Foram selecionadas dez matérias em cada categoria. Os vencedores receberão prêmios de R$ 15 mil

A Comissão Organizadora do Prêmio CNH Industrial de Jornalismo Econômico divulgou a lista com os 40 trabalhos finalistas de sua 24ª edição. Neste ano, a iniciativa contabilizou recorde de 555 inscrições em suas quatro categorias: Agronegócio, Construção, Macroeconomia e Transporte.

Agora, os vencedores serão selecionados pela Comissão Julgadora, formada por jornalistas, executivos de empresas, economistas e professores universitários. O resultado será divulgado na cerimônia de premiação, que terá data divulgada em breve. Conheça os finalistas:

Agronegócio

  • O inimigo invisível, de Diogo Junqueira (R7)
  • Tripé do futuro, de Caio Cezar Cigana (Zero Hora)
  • Energia fraca no caminho da produção, de Cristiano Vieira (Press Agrobusiness)
  • Uma saída para o campo, de Renata Vieira (Exame)
  • Sertão de oportunidades, de Felipe Lima (Tribuna do Ceará)
  • Guerra pela água, de Patrik Camporez (A Gazeta/ES)
  • Quatro Bélgicas de árvores, de Renata Vieira e Ana Luiza Herzog (Exame)
  • Portos do norte firmam-se como opção, de Clarice Couto e José Roberto Gomes (Estadão)
  • Empresas buscam ‘carne verde’, para não maltratar boi nem desmatar Amazônia, de Thâmara Kaoru (UOL)
  • O Brasil movido a frango, de Igor Castanho (Gazeta do Povo)


Construção

  • E a água quando chega?, de André Clemente e Sávio Gabriel (Diário de Pernambuco)
  • Cadê minha casa? Cadê minha vida?, de Mikaella Campos Caldas, Raquel Lopes e Marcelo Prest (A Gazeta/ES)
  • Paulistanos fazem adaptações para se acostumar à vida em microapartamentos, de Rafael Balago (Revista São Paulo/Folha de S.Paulo)
  • Saneamento perde investimentos e só usa 50% dos recursos, de Camilla Veras Motta (Valor Econômico)
  • A herança imóvel da privatização, de Bruno Rosa (O Globo)
  • Abandonada, nova sede do DF já custou R$ 1 bilhão, de André Borges (Estadão)
  • Desemprego após fim das obras olímpicas preocupa o Rio, de Nicola Pamplona, Bruno Villas Boas e Lucas Vettorazzo (Folha de S.Paulo)
  • A extração ilegal de areia no Brasil, de Sara Christina Braga (revista Mineração & Sustentabilidade)
  • Lições da crise, de Marcelo Januário (revista Manutenção e Tecnologia)
  • A hora do pesadelo, de Naiara Bertão e Mariana Segala (Exame) 

 

Macroeconomia

  • A crise que adoece, de Bianca Bion e Luiza Freitas (Jornal do Commercio/PE)
  • O crachá dourado da Petrobras, de Samantha Lima (Época)
  • Série: O custo da corrupção, de Tatiana Moraes e Tatiana Lagôa (Hoje em Dia)
  • Sobrevivendo à crise, de Cássia Almeida e Marcello Corrêa, para (O Globo)
  • Falência múltipla, de Queila Ariadne e Ludmila Pizarro (O Tempo)
  • Periferia contra-ataca, de Mariana Correia, Tatiana Ferreira e Isabela Alves (Folha de Pernambuco)
  • Ranking de eficiência dos municípios, de Fernando Canzian e Marcelo Soares (Folha de S. Paulo)
  • Inflação de dois dígitos. E agora?, de Anna Carolina Papp, Bianca Pinto Lima e equipe (Estadão)
  • Previdência, tô fora!, de Cristiane Barbieri (Valor Econômico)
  • Sob suspeita, Previdência dos Estados pode ter rombo maior, afirma TCU, de Laís Alegretti (Folha de S. Paulo)

 

Transporte

  • Forró de 11 milhões, de Maria Luíza Filgueiras (Exame)
  • Radiografia do perigo, de Guilherme Blanco Muniz e Giulia Pagliarini (revista Autoesporte)
  • Cidade em movimento, de Cíntia Marchi (Correio do Povo)
  • Tinha uma igreja no meio do caminho, de André Clemente (Diário de Pernambuco)
  • Atropelado pelo governador, de Rodrigo Petry (Capital Aberto)
  • Capibaribe: um rio à espera por uma cidade, de Ana Maria Nascimento (Diário de Pernambuco)
  • O cenário mudou, de Edmundo Ubiratan (Aero Magazine)
  • Para desafogar o trânsito, Brasil deve investir 235 bilhões de reais, de Roberto Rockmann (CartaCapital)
  • Transporte sob pressão, de José Augusto Ferraz e Sônia Crespo (revista Frota & Cia)
  • Avisa quando chegar, de Carolina Samorano e Leilane Menezes (portal Metrópoles)

Deixe uma resposta

*