CNT classifica 30 trabalhos para a final

Foram anunciados os finalistas do 23º Prêmio CNT de Jornalismo. No total, 30 trabalhos se classificaram e agora concorrem aos prêmios nas categorias Fotografia, Impresso, Internet, Rádio, Televisão, Meio Ambiente e Transporte.

Nesta etapa, as reportagens serão avaliadas pela Comissão Julgadora formada pelos jornalistas Caco Barcellos (Rede Globo), Celso Freitas (TV Record), Marcelo de Moraes (Estadão) e Sheila Magalhães (BandNews), e pelo especialista em transporte Luis Antonio Lindau (WRI Brasil). O vencedor de cada categoria ganhará R$ 35 mil, e o do Grande Prêmio, R$ 60 mil.

Confira a relação dos finalistas:

Fotografia

  • Domingo trágico, de Daniel Castellano (Gazeta do Povo)
  • BR 319: O caminho da libertação, de Diego Janatã Pinheiro Pereira (Amazonas em Tempo)
  • Revolta e caos no transporte, de Diomício Gomes de Oliveira (O Popular)
  • O trem nosso de cada dia, de Domingos Peixoto (O Globo)
  • Pontes do atraso, de Lúcio Flávio Pereira Vaz (Congresso em Foco)

 

Impresso

  • Brasília: a integração de um país rodoviário, de Adriana Bernardes (Correio Braziliense)
  • Sou do bem no trânsito, de Anamaria Melo do Nascimento (Diário de Pernambuco)
  • Alckmin perdoa dívidas de R$ 116 milhões de acusada de cartel, de Flávio Machado Ferreira (Folha de S.Paulo)
  • O império dos drones, de Ivan Iunes (Correio Braziliense)
  • O trem atrasou, de Marcos Nunes (Extra)

 

Internet

  • Se eu perder esse trem, de Ana Paula Pedrosa Barbosa (O Tempo Online)
  • Metrô imaginário, de Fred Bottrel (Estado de Minas-Internet)
  • Avisa quando chegar – O assédio que paralisa as mulheres, de Leilane Menezes (Metrópoles)
  • Piratas do asfalto, de Mirelle Cristina Alves Pinheiro (Metrópoles)
  • Morte invisível, de Murilo Rocha (O Tempo Online)

 

Rádio

  • Transporte na palma da mão, de Anderson Neves Costa (Jovem Pan)
  • Mulheres no trânsito, de Natália André (Rádio Trânsito)
  • Travessia perigosa – BR 116 – A rotina de quem mora nas margens da rodovia em que pedestres morrem por causa da imprudência e da falta de passarelas”, de Felipe Daroit (Rádio Gaúcha)
  • O medo que anda de transporte público, de Rodrigo Resende (Rádio Senado)
  • O Brasil que viaja de ônibus, de Thalyta Almeida (BandNews FM Brasília)

 

Televisão

  • Anda São Paulo, de Carolina Giancola (Rede Globo)
  • Aventura na estrada esquecida, de Gilberto Luis Smaniotto (TV Bandeirantes)
  • Estrada sem dono, de Marcelo Ferri de Carvalho Dias (EPTV Ribeirão Preto)
  • Dois anos depois da Copa, obras de transporte inacabadas revelam desperdício de dinheiro público, de Nancy Dutra (Rede Globo)
  • Cidade em movimento, de Renan de Souza (SBT)

 

Meio Ambiente e Transporte

  • As vantagens e as desvantagens do biodiesel, de André Trigueiro (GloboNews)
  • A baía da sucata, de Custodio Coimbra (O Globo)
  • Pé no freio para respirar fundo, de Gabriel Sabóia (O Dia)
  • O caminho da devastação, de Mateus Parreiras de Freitas (Estado de Minas)
  • Ar limpo em jogo, de Rafael Magela Balago Jacinto (Folha de S.Paulo)

 

Os vencedores serão conhecidos em novembro. A cerimônia de premiação está marcada para 7 de dezembro, em Brasília.

Deixe uma resposta

*