Prêmio CNH Industrial divulga vencedores

Foram conhecidos em 27/6 os vencedores do 24º Prêmio CNH Industrial de Jornalismo Econômico. A cerimônia de premiação, realizada na sede da Fundação Dom Cabral, na região metropolitana de Belo Horizonte, contou com a presença de 40 finalistas, além convidados, executivos e profissionais da empresa e da instituição.

Na categoria Agronegócio, o primeiro lugar ficou O Brasil movido a frango, de Igor Castanho para o jornal Gazeta do Povo; em Construção, ganhou a matéria A hora do pesadelo, de Naiara Bertão e Mariana Segala, para a revista Exame; na categoria Transporte, venceu o especial Avisa quando chegar, do portal Metrópoles, de autoria de Carolina Samorano e Leilane Menezes; e em Macroeconomia ganhou a matéria Sobrevivendo à crise, de Cássia Almeida e Marcello Corrêa, para o jornal O Globo. Cada trabalho vencedor recebeu R$ 15 mil.

Neste ano, o concurso também contemplou quatro menções honrosas, de R$ 5 mil cada: Uma saída para o campo, de Renata Vieira, para Exame (Agronegócio); Lições da crise, de Marcelo Januário, para a revista Manutenção e Tecnologia (Construção); O cenário mudou, de Edmundo Ubiratan, para a revista Aero Magazine (Transporte); e Inflação de dois dígitos. E agora?, produzida por Anna Carolina Papp, Bianca Pinto Lima, Flávia Lemi, Hugo Passarelli, Ian Gastim, Laura Maia, Luiz Guilherme Gerbelli, Malena Oliveira, Márcia De Chiara, Mariana Congo, Natália Cacioli e Yolanda Fordelone, para o Estadão (Macroeconomia).

O prêmio bateu seu recorde, com 555 inscrições de todas as regiões do Brasil, sendo 226 na categoria Macroeconomia, 193 em Agronegócio, 77 em Transporte e 59 em Construção.

Deixe uma resposta

*