Zero Hora vence em 5 das 12 categorias do ARI

zerohoraaricompleto
Equipe comemora vitórias no ARI de Jornalismo / Divulgação: Zero Hora

A Associação Riograndense de Imprensa divulgou em 19/12 os resultados do Prêmio ARI de Jornalismo 2016. Em sua 58ª edição, o prêmio reconheceu trabalhos de destaque produzidos no Estado em 17 categorias, sendo 12 profissionais e cinco para estudantes.

Com cinco troféus, Zero Hora foi o principal destaque deste ano. O veículo do Grupo RBS levou os prêmios nas categorias:

 

Outra publicação do Grupo RBS que se destacou foi a Rádio Gaúcha, vencedora dos dois prêmios de Radiojornalismo:

  • Reportagem Geral: para Cid Martins, Fabio Almeida, José Luis Costa e Renato Dornelles, com o especial Regime sempre aberto
  • Reportagem Esportiva: com Rodrigo Martins de Oliveira e Eduardo Vieira Gabardo, com Coronéis do Futebol Parte 2. Foi o bicampeonato da dupla, que em 2015 já havia faturado essa mesma categoria pela primeira parte do especial Coronéis do Futebol.

 

Nas demais categorias, os prêmios foram para:

  •  Jornalismo Impresso – Reportagem Geral: Matheus Vasconcellos Chaparini, do Jornal Já, com Repórter que filmou ação da BM foi indiciado por quatro crimes
  • Reportagem Cultural: Léo Flores Vieira Nunes, da TVE, com O circo
  • Categoria Gráfica: Charge, Ilustração, Infografia e Planejamento GráficoAlexandre de Oliveira, do Diário Gaúcho, com a charge Oftalmologista
  • Telejornalismo – Reportagem Geral: Marcelo Chemale Selistre Silva, Rafael Dreyer, Kassia Souza, Gilson Crippa, Yago Webster e Willian Kuball, do SBT, com a série Tetos de papel
  • Telejornalismo – Reportagem Esportiva: Kelly Teixeira da Costa, Marcus Wesendonk e Rodrigo da Rosa, da RBS TV Porto Alegre, com Gaúcho deixa as ruas e vira sonho olímpico

Deixe uma resposta

*